23
Aug 2017

Alunos da Associação Querubins e do Espaço Criança Esperança de Belo Horizonte participam de Festival de Mini Basquete

O projeto Educa Esporte, desenvolvido pelo Instituto MRV e pela Federação Mineira de Basketball (FMB), já começou a dar resultados. No último dia 19 de agosto, estudantes atendidos pelos Núcleos da Associação Querubins e Espaço Criança Esperança de Belo Horizonte (ECE-BH) puderam participar da 4ª edição do Festival de Mini Basquete. Eles recebem aulas do esporte desde março de 2016.

O festival é realizado pela FMB e tem o objetivo de permitir às crianças o contato com esse esporte, além de trocar experiências com outras equipes em um ambiente esportivo e competitivo, mas também de muita diversão. No total, foram 34 equipes com meninos e meninas de 11 e 12 anos de diversas partes do estado.

O coordenador pedagógico do projeto, professor Mauro Vinicius Sá, ressalta a importância da interação entre essas crianças com outras da mesma idade e de diferentes realidades sociais. “Por meio do basquete, eles têm a chance de ter essa comunicação com outros setores da sociedade que não têm o mesmo acesso. Esse contato entre eles é muito importante. É uma interação entre a diversidade pelo esporte, sempre com harmonia e respeito entre eles”, diz.

Essa interação foi justamente o que chamou a atenção de Mayare Tamiris da Silva, de 12 anos, do Núcleo da Associação Querubins. “São muitos participantes, com muita gente que eu não conhecia e pude jogar contra todos eles. Eu também encontrei muita gente conhecida, mas a parte que eu mais gosto mesmo é poder jogar basquete”, comenta. Do mesmo projeto, Samuel Vitor Costa Santos, de 12, acredita que o mais legal foi fazer novas amizades. “Já participei de uns cinco festivais assim. É muito legal porque me dá a chance de jogar com outros projetos e fazer amigos. A gente nem liga para os resultados. Ninguém gosta de perder, mas hoje isso nem importa”, conta.

Já o garoto Lucas de Maia, de 11, do Núcleo Espaço Criança Esperança, ressalta que o esporte contribui para a saúde dele e dos colegas. “Estar aqui é um incentivo para praticar esportes. Se eu não estivesse aqui hoje, eu estaria em casa, no sofá, sem fazer nada. Aqui eu posso ver meus amigos e jogar basquete, o que eu adoro”, afirma.

PARCERIA

O projeto Educa Esporte iniciou em março de 2016 na Associação Querubins, por meio de aulas de basquete e inclusão social a cerca de 100 estudantes de 9 a 14 anos. Este núcleo já participa dos Festivais de Mini Basquete promovidos pela FMB e conseguiu revelar atletas que foram convidados  para atuar em equipes da capital. Já o ECE-BH começou a ser atendido em fevereiro deste ano, com as mesmas atividades para crianças de 11 a 14 anos. 



Fonte: Instituto MRV
Compartilhe