30
Nov 2017

A inclusão de crianças é uma prática que faz bem para todos

No dia 3 de dezembro é celebrado o Dia Internacional do Deficiente, e apesar de ainda ter muito a ser feito para melhorar a qualidade de vida dessas pessoas tão especiais, alguns projetos já são uma bela realidade em diversos lugares pelo Brasil.
Ações como essas, que promovem atividades de inclusão para crianças e adultos com necessidades especiais, são fundamentais para o desenvolvimento dos alunos e para que todos aprendam a conviver com as diferenças.

Braile na escola

A chegada de um aluno cego na EEB São José, em Herval D’Oeste (SC), transformou a vida dos colegas. O projeto da professora Tânia Maria Rosa ensinou a escrita braile para toda a turma e envolveu todos nesse gesto de amor.

Dança para cadeirantes

Na EMEF Mauro Braga, em Vitória, as aulas de dança contemporânea estão ajudando os alunos a conhecer o próprio corpo e trabalhar a autoestima. Inclusive um aluno cadeirante, com paralisia cerebral, que recentemente, protagonizou um espetáculo de dança!

Rugby para todos

No CEU EMEF Água Azul, em São Paulo, os alunos com deficiência estão se tornando craques do rugby! O tag rugby é uma variação flexível do esporte que possibilita que todos joguem ativamente. E se divirtam muito, é claro!

Nadar para desenvolver

O projeto, apoiado pelo Instituto MRV, oferece para 270 crianças e adolescentes a oportunidade de se desenvolverem de uma maneira deliciosa: nadando. Afinal, o esporte traz inúmeros benefícios para a saúde e o bem-estar, e para os alunos especiais, é ainda melhor, pois fortalece aspectos sociais e físicos – como a melhoria da respiração, propulsão, coordenação motora, força e tônus muscular, flexibilidade e circulação sanguínea. São 25 anos de projeto e muito carinho.



Fonte: Instituto MRV
Compartilhe