9
Jan 2018

Não deixe que os acidentes domésticos acabem com as férias da criançada.

Período de férias escolares é o momento de divertir os pequenos em casa. Por isso mesmo, nessa época do ano os números de acidentes domésticos costumam aumentar. E, como a gente sabe que os pequenos não param um minuto, é preciso ficar atento a alguns perigos presentes dentro de casa e que, muitas vezes, passam despercebidos pelos pais e responsáveis. Nesse momento, simples cuidados podem fazer a diferença e garantir a segurança de toda a família.

As quedas dentro de casa são mais comuns do que a gente imagina. Um pequeno objeto, como um carrinho de brinquedo, é suficiente para alguém escorregar e até ter uma lesão grave. Para evitar esse tipo de acidente, mantenha o chão sempre limpo, evite usar produtos escorregadios e prefira tapetes antiderrapantes. Outra dica importante é instalar telas ou grades em janelas, escadas e portões.    

Os choques elétricos são outro perigo para os pequenos e também para os adultos. Faça uma vistoria na casa e proteja todos os fios desencapados, bem como as tomadas. E não se esqueça de desligar os disjuntores sempre que for mexer em algum aparelho ou instalação elétrica.

Remédios e produtos de limpeza oferecem risco de intoxicação para as crianças. Por isso, é importante manter esses itens longe do alcance delas e deixá-los sempre com as embalagens e etiquetas originais, para evitar uma ingestão acidental, por exemplo. 

Objetos que podem causar asfixia, como sacolas, cordas, fios e pequenas peças; e outros que podem cortar ou perfurar, como facas e garfos, também devem ficar longe da vista da criançada. 

As queimaduras e incêndios talvez sejam as principais preocupações dos pais dentro de casa. Para evitar esses acidentes, use sempre luvas para pegar objetos quentes e vire o cabo das panelas para dentro do fogão quando estiver cozinhando, assim os pequenos não conseguem alcançar. Além disso, mantenha botijões de gás em ambientes ventilados e evite fumar e usar velas em lugares fechados.

Por fim, é no verão que as estatísticas de afogamento crescem consideravelmente. E não é só em piscinas que esses acidentes acontecem. Banheiras e baldes também representam um perigo, sobretudo para as crianças menores. Sempre que possível mantenha esses objetos virados para baixo, cobertos e cercados.  

Com esses e outros cuidados, os riscos de acidentes vão passar longe da sua casa e os pequenos poderão fazer o que mais gostam nas férias: brincar e se divertir. O Instituto MRV reforça todas essas dicas, pois acredita que o futuro só é garantido a partir do desenvolvimento seguro das nossas crianças. 
Fique atento e proteja a sua família!



Fonte: Instituto MRV
Compartilhe