23
May 2019

É hora da criançada se mexer mais

É HORA DA CRIANÇADA SE MEXER MAIS


O sedentarismo na infância é um dos problemas que tem ganhado espaço nas rodas de pais e educadores.

E não é por menos: uma pesquisa recente revelou que 78% das crianças brasileiras – o equivalente a 8 em cada 10 delas – não fazem o mínimo de movimentos recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que é de uma hora por dia. Para piorar o quadro, são justamente os baixinhos brasileiros os que mais passam tempo de vida usando algum tipo de tela, seja o celular, o computador ou a TV. 

Quais são os prejuízos?

O primeiro, que já citamos, é na balança: cerca de 14% das crianças entre 5 e 9 anos são obesas e quase 35% estão acima do peso, segundo o IBGE.

Além disso, se a criança fica muito parada, uma das consequências é a dificuldade para desenvolver o equilíbrio e a coordenação motora.

O que fazer para evitar a falta de movimentação?

O recomendado pela OMS é que seu filho fique, no máximo, três horas diárias interagindo com telas (sendo que, em média, crianças e adolescentes gastam duas horas a mais).  

Fora isso, você pode tomar uma medida simples que é estimular o pequeno a jogar videogame ou assistir a um filme um pouco em pé, cerca de 15 minutos a cada hora, para quebrar o tempo sedentário.

Atividades estimulam o corpo e o cérebro, além de melhorar a concentração e a aprendizagem. Estimule seu filho a praticar alguma atividade ou brincar ao ar livre por pouco mais de 40 minutos todos os dias e será o suficiente para uma vida mais tranquila e livre.



Fonte: Instituto MRV
Compartilhe