3
Dec 2019

Espaço para todos. Educação também.


O Dia Internacional da Pessoa com Deficiência,  comemorado em 3 de dezembro, é a data perfeita para sobre inclusão, respeito e acessibilidade em todos os sentidos, principalmente na educação.

A Lei nº 7.853 é clara: todas as escolas são obrigadas a aceitar matrículas de alunos com deficiência. Do contrário, está cometendo um crime. Se todas as crianças têm o mesmo direito à educação, fica a cargo dos gestores estaduais e municipais se organizar e adaptar sistemas de ensino voltados à diversidade.

Afinal, garantir que esse processo aconteça da melhor maneira é responsabilidade da direção da escola, formada por um diretor, coordenador pedagógico e orientador que tenham conhecimento e condições para aplicar a inclusão no dia a dia estudantil.

O princípio de inclusão parte dos direitos de todos à educação. Está, inclusive, presente na Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva de Educação Inclusiva, de 2008. Ou seja, além da equipe gestora ter que conhecer a fundo a Constituição, ela precisa saber sobre o Plano Nacional de Educação (PNE) – que estabelece os direitos de qualquer pessoa com necessidade especial de adentrar e frequentar ambientes educacionais que promovem a inclusão. 

E como é uma escola inclusiva? Ela abre espaço para todas as crianças, conviverem e aprenderem umas com as outras. 



Fonte: Instituto MRV
Compartilhe